BPO Financeiro quanto cobrar? Entenda a precificação no BPO

Para quem está iniciando na área financeira sempre fica em dúvidas sobre como precificar o BPO. Afinal, diversos fatores precisam ser considerados no momento de estabelecer o valor dos seus serviços.

O medo é cobrar um valor muito alto, que afaste os clientes, ou então pedir um preço muito baixo, que sequer cobre os custos. Por isso, saber como precificar o BPO pode ser um grande diferencial para quem está iniciando nessa área.

Para facilitar seu trabalho, preparamos o artigo abaixo explicando como funciona o processo de precificação do BPO. Confira!

O que é BPO?

Antes de tudo, vamos esclarecer melhor o que é o conceito de BPO Financeiro. O BPO, ou Business Process Outsourcing, que traduzindo seria a terceirização de processos de negócio. Ou seja, é a contratação de uma empresa para realizar uma parte do processo do seu negócio. 

Estes serviços muitas vezes podem ser relacionados a áreas como Recursos Humanos, contabilidade, TI e jurídico. Estes serviços são os que necessitam de conhecimento especializado, mas que não fazem parte do core business. 

Estes serviços, em sua maioria são oferecidos por empresas especializadas ou até mesmo escritórios virtuais, que atendem diversas empresas e que possuem foco, em dar suporte especializado de forma simplificada para o seu cliente, com a automação dos processos. 

Porém, em alguns casos, um profissional liberal também pode atuar na área do BPO Financeiro. Para isso, basta ter profundo conhecimento da área e oferecer seus serviços a uma empresa que necessite de um profissional especializado na área financeira.

Ou seja, para uma empresa, o BPO Financeiro pode oferecer inúmeras vantagens, tais como:

  • Controle de contas a pagar e a receber
  • Emissão de boletos e notas fiscais
  • Controle de estoque
  • Análise de resultados financeiros
  • Dentre outros.

Leia também::: Livros de BPO Financeiro: Conheça os principais para quem quer iniciar no mercado

Como precificar o BPO Financeiro?

Ao precificar o serviço de BPO Financeiro, diversos fatores precisam ser considerados. Cada um deles tem o objetivo de garantir que você possa prestar um serviço de excelência, sem ter prejuízos financeiros.

O ponto de partida pode ser uma análise da concorrência. Veja na sua região que outros profissionais oferecem o serviço de BPO Financeiro e quais os valores cobrados. Cobrar muito acima pode ser sinônimo de falta de clientes, e muito abaixo, pode colocar em xeque sua capacidade técnica.

Outro ponto importante é quantos clientes você conseguirá atender. Se você atua sozinho, haverá uma capacidade limitada de atendimentos. Com base nisso, estipule sua hora salário, adicionando ainda os impostos e a margem de lucro que considera ideal.

Se você atua com uma equipe, determine quantos clientes serão possíveis de serem atendidos, e também estipule um valor por hora dos membros da equipe envolvidos no projeto.

Quais ferramentas serão necessárias

Outro ponto importante é definir quais ferramentas serão necessárias para o atendimento aos clientes. Vale lembrar que elas agilizam os trabalhos e permitem que você possa atender mais clientes, em menos tempo, e mantendo a mesma qualidade.

Por isso elas são fundamentais, mas possuem seu custo. E isso pode ser aplicado no momento de precificar o BPO Financeiro. Nesse sentido, já considere os valores das assinaturas dessas plataformas. 

Por exemplo, ao contar com a PlayBPO, você só precisará de mais um sistema financeiro para começar a atuar na área de forma simples e rápida.

A plataforma já conta com todas as tarefas que você precisa para iniciar no BPO. Além disso, ela é escalável, ou seja, você poderá adicionar novas ferramentas com o passar do tempo, e conforme sentir que são necessárias.

Dessa forma você ganha agilidade na implantação do BPO e agilidade nas tarefas do dia a dia.

Leia também::: Curso de BPO Financeiro na prática: o mais completo

Inclua demais custos

Não esqueça de incluir outros custos, como aluguel (se houver), impostos, telefone, internet, ou seja, todos seus custos fixos e variáveis no momento da precificação. 

Com base em todos os seus custos, determine qual será sua margem de lucro. O resultado lhe dará um panorama de quanto poderá cobrar pelo serviço de BPO Financeiro, mantendo a qualidade ao mesmo tempo que se mantém competitivo no mercado.

Conte com a PlayBPO

Agora que você já sabe como precificar o BPO Financeiro, saiba que a PlayBPO é sua parceira ideal caso você precise de uma plataforma para atender seus clientes.

Nosso sistema é completo e permite que você tenha mais agilidade e assertividade, ao mesmo tempo que pode compartilhar relatórios com os clientes. Ou seja, é um serviço indispensável para você que atua com BPO Financeiro.

Espero que tenha gostado do artigo sobre como precificar o BPO financeiro. E caso ainda tenha dúvidas, confira o vídeo que preparamos lá no nosso canal do Youtube, aprofundando ainda mais esse tema.

Rolar para cima